Hello ASP.NET/5 – Introdução

Série - Hello ASP.NET/5

Olá mais uma vez. Demorei mas estou aqui novamente.

Como eu havia prometido em um post anterior, vamos falar um pouco mais sobre ASP.NET vNext ASP.NET/5.

Como o tempo passa

Muita coisa aconteceu desde que postei sobre o assunto, o conteúdo anterior já está obsoleto. Isso não é ruim,  muito pelo contrário, mostra o quanto a comunidade é dinâmica e está ativa, e é isso que está me deixando cada dia mais entusiasmado com o novo ASP.NET.

Pra quem já conhece e usa o ASP.NET em seu dia a dia, terá que se adaptar a muitas mudanças (muitas mesmo), pois não é somente uma mudança de componente ou nova funcionalidade que está sendo inserida, mas todo o ecossistema que está mudando.

Quem mais sentirá a mudança é quem não tem costume com o mundo de desenvolvimento open source. Quem já tem alguma experiência com projetos open source (eu por exemplo) notará que na verdade o que a Microsoft está fazendo é se adaptar a realidade desse mundo. Notamos isso ao observar a estrutura dos projetos no GitHub, as novas ferramentas introduzidas, o suporte a cross plataform, a independência de ferramentas visuais priorizando a otimização dos recursos para servidores dedicados, a legibilidade e simplicidade nos arquivos de definição de projeto (project.json), além de muitas outras coisas que já fazem parte do mundo de quem desenvolve projetos open source a muito tempo; e isso muito me alegra.

Decidi

Estudando as novidade, eu estava preparando um material que apresentaria essas mudanças para quem já usa o ASP.NET, mas a mudança é tão grande, e a aproximação do com conceitos já conhecidos de outras ferramentas tais como Python e NodeJS me motivaram a preparar um material para quem não conhece o ASP.NET (mas que já programam em outro ecossistema). Assim essas pessoas podem aproveitar a oportunidade para, quem sabe, migrar para essa nova plataforma que tem muito a oferecer, ou pelo menos adicioná-la a suas habilidades.

Fui motivado principalmente por uma característica que o ASP.NET está assumindo:

Antes, desenvolver em ASP.NET era caro, não do ponto de vista financeiro, mas do ponto de vista de ambiente, você não podia simplesmente instalar/habilitar uma pequena ferramenta e com um editor qualquer começar a desenvolver e ver resultado. Digo antes porque agora isso é possível, e melhor, não só em Windows mas em qualquer outro *nix da vida também.

Sendo assim, vamos assumir que você não conhece ASP.NET (mas já programa em outra plataforma e conhece o C#) e pretende desenvolver seus produtos nessa nova arquitetura. Eu trabalharei em uma série de artigos onde você vai evoluir gradativamente o seu conhecimento no assunto até estar familiarizado o suficiente para decidir se vale ou não à pena investir mais no assunto.

Isso também será útil para quem já conhece ASP.NET, só que eu não perderei tempo com coisas do tipo, “antes fazíamos assim” e “agora fazemos assim”, etc…

A Série

Abaixo segue os tópicos dessa série, e de acordo com que o material for ficando pronto os links serão adicionados. Sugiro que você guarde essa página em seus favoritos e consulte-a periodicamente. Talvez eu atualize essa lista para acrescentar conteúdo, ou talvez possa criar outra série para complementá-la, mas por enquanto a pretensão é essa:

  1. Introdução (este texto)
  2. Preparando o ambiente
  3. Peças fundamentais de um projeto
  4. Um projeto web, OWIN e o Startup
  5. MVC, Controllers
  6. MVC, Views
  7. MVC, Models
  8. Injeção de dependências
  9. Organização do código fonte, Básico
  10. Organização do código fonte, Componentes
  11. Organização do código fonte, Produtos
  12. Runtime, CLR e CoreCLR
  13. Project.JSON, Dependências
  14. Project.JSON, Diretivas
  15. Project.JSON, Comandos
  16. Empacotando componentes e publicando no NuGet.org
  17. Boas práticas, Code Standards e Extensão de métodos
  18. No Visual Studio
  19. Middleware
  20. Recursos
  21. Deploy

Todo o código fonte produzido por essa série de artigos está disponível em (https://github.com/e5r-learning/serie-helloaspnet5) sob os termos da licença MIT.

Recursos extras

Para que você não fique somente esperando, listo abaixo uma série de recursos que você pode usar, ou para revisar os pré-requisitos necessários para essa série, ou até mesmo para adquiri-los se você ainda não tem e aproveitar essa oportunidade.

Site principal

Assim como a comunidade PHP tem o http://php.net e a comunidade Java tem o http://java.net, o ASP.NET também tem seu site principal, onde você pode encontrar toda a informação de que precisa, sugiro que você o consulte diariamente pois há coisa nova todos os dias. Acesse o http://asp.net, como você está sendo preparado para o futuro e a versão específica onde estaremos trabalhando não foi ainda lançada (encare pelo lado positivo, quando for lançada você já sai a frente), acesse http://asp.net/vnext para estar mais atualizado.

Código fonte

A fonte mais confiável a abundante de informação e aquisição de conhecimento em qualquer projeto open source (e deveria ser em todo projeto de software) é a consulta direta ao código fonte do mesmo. O código do ASP.NET está disponível em https://github.com/aspnet/home, e a wiki vem como um plus em https://github.com/aspnet/home/wiki.

A linguagem C#

Não iremos ensinar a linguagem C#, espera-se que você já a conheça o suficiente para entender os aspectos básicos da mesma, e não confundir recursos da linguagem com recursos do Framework ASP.NET.

Conheça a linguagem melhor:

Editores legais

Essa parte é com você, escolha o que preferir, mas eu aproveito para sugerir alguns que eu uso e que funcionam muito bem:

Também é legal você conhecer um projeto chamado OmniSharp que está criando uma série de suplementos para esses editores, ainda não está 100%, mas a parte que está, já melhora a experiência.

Visual Studio

O Visual Studio é a IDE (não só uma IDE) oficial da Microsoft para se trabalhar com ASP.NET, na minha opinião não existe ainda melhor do que essa, mesmo recomendando MUITO a quem começa “iniciar sem ela” para que se entenda a fundo o Framework em si, depois aproveitamos os recursos da ferramenta para aumentar nossa produtividade. Dentre várias versões a recomendada por mim é a Comunity, mas como estamos trabalhando em uma versão ainda não lançada (pelo menos no momento em que este artigo estava sendo escrito) você só encontrará os recursos na versão Preview.

 Conclusão

Com esse pequeno material conseguimos cobrir o básico do ASP.NET/5, e você já terá noções suficientes para indagar e criticar sobre o assunto, e assim nós podemos seguir para o próximo passo. Chamo essa série de artigos de “Hello ASP.NET/5” porque ela contém o mínimo necessário para se perceber os recursos desse fantástico Framework para desenvolvimento Web, um simples “Hello world” seria insuficiente.

Bom, é isso aí. Até mais!

Anúncios

Um comentário sobre “Hello ASP.NET/5 – Introdução

Os comentários estão desativados.